Truques

Alstroemeria: as melhores variedades e sutilezas do cultivo


Alstroemeria ... Uma flor com um nome tão incomum, em que há algo das estrelas e dos picos das montanhas, das ondas do mar e das florestas impenetráveis, pode ser comum? Claro que não! Alstroemeria é uma das poucas plantas que combina a beleza orgulhosa dos lírios e a graça exótica das orquídeas. Essas flores podem se tornar uma verdadeira decoração de um canteiro de flores, alpendre ou mirante, ou mesmo um quarto. Alstroemeria em um corte custa cerca de duas semanas - nenhuma outra planta com flores tão brilhantes e delicadas pode fazer isso.

Descrição botânica

Alstroemeria é um nativo perene natural do continente sul-americano. O gênero Alstroemeria possui pelo menos 75 espécies selvagens, a maioria cresce nas florestas e prados do Peru, Chile e Brasil. Na natureza, essas plantas encantadoras raramente atingem uma altura de 1 metro, enquanto as alstromerias cultivadas, varietais e híbridas, das quais existem pelo menos 200 espécies, crescem dois metros de altura.

Os brotos de Alstroemeria são formados por dois tipos:

  1. Vegetative - com numerosas folhas coletadas no topo, à semelhança de uma espiral.
  2. Reprodutivo - com folhas pequenas e raras uniformemente espaçadas, de forma lanceolada.

Os rizomas de Alstroemeria são carnudos, fibrosos e altamente ramificados. A maioria deles tem uma forma fusiforme com uma espessura na parte mais larga de cerca de 15 mm e seu comprimento é de cerca de 150 mm. Os rizomas vegetais contêm uma quantidade recorde de amido.

As flores de Alstroemeria são pequenas, atingem 5 cm de diâmetro, várias cores. Sua forma na botânica é chamada de zigomorfo. Eles são coletados em guarda-chuvas complexos, cada um contendo de 10 a 25 flores.

Galeria de Fotos





Alstroemeria: características de cultivo

Uso em paisagismo e floricultura

Alstroemeria é uma planta muito despretensiosa que cresce bem e floresce em espaços abertos no jardim e na cultura de vasos. Também é comum no cultivo industrial em condições de estufa. Alstroemeria subdimensionada pode ser cultivada como uma planta de fronteira, Ela é boa em pousos mistos com verões maravilhosamente floridos. Alstroemerias altas são boas ao fundo nos canteiros de flores. Eles ficam ótimos na superfície verde do gramado na companhia de lírios ou rosas.

A planta se sente bem com o cultivo de contêineres, por isso é frequentemente usada para varandas e varandas. Vasos com alstroemeria em miniatura podem ser colocados nas escadas, nos peitoris das janelas ou no jardim.

A principal vantagem da alstroemeria é a preservação a longo prazo de uma aparência atraente no corte, bem como a ausência de olfato. Graças a isso, a planta é cultivada principalmente para fazer buquês.

A Alstroemeria fará uma boa companhia com rosas e gérberas, complementará a beleza dos crisântemos e sombreará o charme das íris. É a alstroemeria em buquês mistos que desempenha o papel de criador de um grande volume e densidade da composição.

Variedades e tipos de alstroemeria

Na natureza, existem várias dezenas de espécies de alstroemeria, que diferem no tamanho da flor e na altura dos caules e pedúnculos, bem como em seu habitat. A alstroemeria mais popular entre cultivadores e criadores de flores:

  1. Alstroemeria aurea - O habitante indígena das terras altas do Chile, que tolera geadas de -12 graus e cresce até meio metro de altura. A cor das pétalas varia de amarelo dourado a laranja brilhante.
  2. Alstroemeria brasiliensis - Alstroemeria brasileira com pétalas em forma de lança de cor vermelha ou bronze, com até 2 m de altura.
  3. Alstroemeria nana - Aparência peruana, caracterizada pelo tamanho miniatura. A altura da planta raramente excede 10 cm, mas ao mesmo tempo é pontilhada de flores amarelas com traços e manchas pretas.
  4. Alstroemeria psittacina - O lírio peruano vem das áreas mais quentes da Argentina, cujas flores alaranjadas adornam a borda verde.

Além disso, as formas varietais, mas na maioria das vezes híbridas, de alstroemeria são usadas na cultura de jardins e vasos, que permitem que qualquer jardim ou sala de flores desabroche o máximo possível. Dos 200 tipos de variedades e híbridos, os seguintes foram especialmente populares entre os cultivadores de flores:

Variedade / híbridoDescrição da plantaTempo de floraçãoDescrição da flor
VirginiaAdora o sol, mas tolera sombreamento, altura até 70 cmJunho a novembroBranco, grande, com uma leve ondulação ao longo da borda das pétalas
BelezaAltura de 130 a 170 cm, potente, com hastes retasNa primavera, repetido - a partir de setembroLilás, às vezes com um tom roxo-azulado
HarmoniaVariedade de caule de crescimento forte, com uma altura de 160 cm de alturaA primeira onda - de abril a junho, a segunda - de setembro a geadaPétalas de bronze com um padrão pronunciado de traços de cor preta
CanariaVariedade alta, com caules grossos e folhagem densa, altura de 1,5 metrosA primeira onda - de março a junho, a segunda - na primeira metade do outonoCanário amarelo com pequenos pontos.
Rei CardealForça de crescimento médio com pedúnculos altos (até 150 cm), que podem deitar-se com falta de luzFloresce da primavera ao frioEscarlate, flores muito bonitas parecidas com orquídeas
Regina (Regina)Variedade alta (até 2 m)Abril - junho, com floração repetida em setembroRosa, flores muito bonitas
Asas BrancasPlanta alta (até 200 cm) com folhas grandes e caules fortesTodo o verão com uma pausa de várias semanas em julho-agostoFlores brancas como a neve de forma surpreendentemente bela

Alstroemeria crescente: escolhendo um local e cuidados

Alstroemeria prefere solo ligeiramente ácido ou neutro com boa permeabilidade ao ar e à água. Uma planta cresce e floresce melhor onde a areia está presente no solo ou é criado um bom sistema de drenagem. A frouxidão e a leveza do solo são a chave para uma excelente floração; portanto, você precisa cuidar disso na fase de escolher um local para a alstroemeria.

Recomenda-se plantar alstroemeria de acordo com o esquema 40 x 60 ou 40 x 20 cm, dependendo do tamanho e poder de crescimento dos arbustos. A rega após o plantio deve ser moderada e regular, impedindo que o solo seque mesmo na superfície. Mais atenção deve ser dada ao afrouxamento e remoção de ervas daninhas. Para evitar desperdiçar tempo, é melhor usar cobertura morta - afoga as ervas daninhas e cria uma camada devido à qual a superfície do solo permanece solta.

Durante o período de floração, é necessário remover as partes murchas da alstroemeria e, no outono, cortar toda a parte do solo a uma altura de 5 a 7 cm acima do nível do solo. Nesse momento, é útil cobrir as camas com alstroemeria com húmus ou composto e cobri-las com palha ou lapnik de cima. Recomenda-se fazer isso após o início do tempo frio, para que as plantas não se projetem ao sol.

Se houver risco de congelamento, as raízes da alstroemeria podem ser colocadas juntamente com um pedaço de terra em uma adega com uma temperatura de inverno de cerca de 0 graus.

Criação de alstroemeria

Alstroemeria pode ser propagado por sementes ou divisão de um arbusto adulto. Para que as sementes germinem, elas precisam de estratificação a uma temperatura de 2 a 5 graus por 30 dias. Em seguida, são colocadas em vasos com solo úmido e fértil a uma profundidade não superior a 1 cm, mantendo-os a uma temperatura não superior a 18 graus em forma coberta (sob filme ou vidro). Recebido semeando alstroemeria por 2-3 anos florescer.

Para obter flores no próximo ano, use o método de dividir o arbusto. Para fazer isso, antes do plantio da primavera no solo, grandes rizomas da planta são cuidadosamente cortados da planta mãe. É aconselhável garantir que haja um rim no dividendo. Recomenda-se que as seções sejam tratadas com qualquer desinfetante ou polvilhadas com carvão. Plante-os a uma profundidade não superior a 20 cm.





Como cuidar de alstroemeria

Alstroemeria é uma flor brilhante e muito incomum que pode ser cultivada mesmo em condições frias. Adornará um pequeno jardim frontal e um espaçoso jardim florido, tornando-se um toque brilhante no fundo de árvores de verão ou grandes plantas de jardim.